Blog

Descobre mais.

O perigo de ser Religioso

O perigo de ser religioso segue aqueles que confiam em Deus à sua própria maneira. Esse perigo pode ser entendido no erro fatal de Adão e Eva, que consistiu em crer em Deus de uma forma que lhe havia sido proibida. 

O primeiro filho de Adão e Eva também tentou confiar em Deus segundo a sua própria maneira. O Senhor rejeitou a oferta de Caim, que não foi feita segundo a Sua vontade, antes se alegrou da oferta de Abel. Cheio de ira e inveja, Caim matou a seu irmão Abel, arruinando assim, a sua própria vida.

Os piores erros da humanidade parecem ser sempre os religiosos. 

Saul, primeiro rei de Israel decidiu ofertar a Deus segunda a sua vontade, cometeu um erro religioso e perdeu o seu reinado (1 Samuel 13:8-14). 

Também David teve problemas por ser religioso, ao trazer a arca sagrada que continha os Dez Mandamentos de Deus para o tabernáculo de Jerusalém. Porém, os bois que transportavam a arca tropeçaram e o sacerdote Uzá, na tentativa de segurar a arca estendeu a mão, mas foi ferido por Deus e ali morreu. Só depois de ler a lei de Deus é que David percebeu que tinha feito o que era certo mas da forma errada (1 Crónicas 13; 15:12-15). 

A reflexão desta passagens Bíblicas permite-nos concluir, que Deus quer ser adorado por um coração que corresponda à verdade em relação à sua Graça e seu Amor. Ele procura verdadeiros adoradores que o adoram em espírito e em verdade (João 4:23-24), e não de uma forma  ignorante, maquinada ou ritual. As escrituras esclarecem que a vontade de Deus é que todos nós venhamos a conhecer e a amar o Seu Filho Jesus Cristo. 

É importante perceber que Cristo e a religião são destintos, e, não se excluem mutuamente. Porque Cristo é alguém a quem conhecer e em quem confiar, e só Ele pode fazer aquilo que a religião não faz:

Ele nos conduz a Deus (1 Tm 2:5); Ele traz Deus até nós (Cl 1:15); Ele nos reconcilia com Deus (2 Co 5:19); Ele nos faz aceitáveis perante Deus (Ef 1:6); Ele nos liberta da escravidão (Rm 8:20); Ele nos dá o Espirito Santo (Jo 14:16-17); Ele intercede por nós (Rm 8:34); Ele nos resgata do poder de satanás (Cl 1:13); Ele nos dá vida Eterna (Rm 6:23).

 

A Religião pode mudar o exterior, mas somente Cristo pode mudar o coração.